Seja bem-vindo!
Meu Cadastro Meus Pedidos Minha Compra 0 itens
Home Conselhos Editoriais Notícias Lançamentos Fale Conosco
 
As Dimensões da Formação Humana
As Faces da Lingüística Aplicada
Caminhos da Construção
Cenas do Cotidiano Escolar
Coleção Desconstruindo a Violência
Coleção Educação Estatística
Coleção Fazer A_Parecer
Coleção Insubordinação Criativa
Coleção Psicologia em Perspectiva
Coleção TerramaR
Desenvolvimento Humano e Práticas Culturais
Discurso e Ensino
Educação
Educação e Psicologia em Debate
Educação Em Ciências
Ensaios em Interculturalidade
Estudos da Linguagem
Gêneros e Formação
História, Ciências Sociais e Economia
Histórias de Leitura
Idéias Sobre Linguagem
Leitura e Bibliotecas Escolares
Leituras no Brasil
Letramento, Educação e Sociedade
Letras em Série
Linguagem, Ensino e Formacao
Lingüística
Lingüística e Psicanálise
Literatura
Memória e História da Educação
Mercado de Letras Fundamental
Mercado de Letras Saúde
Mercado de Letras Temas
Perspectivas e Desafios na Formacao de Professores da Educacao Basica
Série Aurora
Série Bakhtin - Inclassificável
Série Caminhos da Neurolinguística Discursiva
Série Drogas, Política e Cultura
Série Educação Geral, Superior e Formação Continuada do Educador
Série Educação Matemática
Serie Escola e Universidade
Série Espaços da Linguística de Corpus
Série Estudos do Léxico
Série Estudos em Políticas Públicas e Educação
Série Literatura, Leitura e Educação Infantil
Teoria Literária
Toda Crianca Pode Aprender
 
Detalhes da Obra Mercado de Letras •
Alfabetizacao e Discurso - Dilemas e Caminhos Metodologicos

(Organização: Cecilia M. A. Goulart, Inez Helena Muniz Garcia e Maria Cristina Corais)

• Cecilia M. A. Goulart
• Inez Helena Muniz Garcia
• Maria Cristina Corais

DE R$ 54,00   POR R$ 37,80

Os textos aqui reunidos contribuem para adensar os princípios e respaldar a práxis orientada pela perspectiva discursiva de alfabetização. Os modos de sentir, de pensar, de ensinar-aprender vão se mostrando nos relatos analíticos das professoras pesquisadoras, documentando e confirmando as repercussões nas crianças em (inter)ação na escola. As reflexões das professoras reverberam nas ações das crianças, potencializando o (desejo de) tornar-se leitora/escritora.

Os registros e memoriais de uma práxis compartilhada, os generosos e despretensiosos relatos analíticos, o esforço conjunto de sistematização dos fazeres cotidianos, a explicitação dos pressupostos e princípios que se apresentam nesta coletânea mobilizam lembranças de vivências e nos incitam a participar na dinâmica dialógica. Em tempos tão controversos, a publicação deste trabalho de atuação na escola e de investigação sobre a perspectiva discursiva na alfabetização das crianças traz preciosas contribuições na orientação do olhar e da escuta nas relações de ensino. Mister se faz ampliar e intensificar o diálogo com professoras alfabetizadoras. Que as ideias aqui trabalhadas possam ecoar positivamente nas muitas leituras e em cada leitor(a)...

SOBRE AS ORGANIZADORAS:

Cecilia M. A. Goulart é mestre em Letras/Língua Portuguesa e doutora em Letras/Linguística, ambos pela PUC-Rio. Pós-doutorado na Unicamp. Professora titular da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense, Niterói/RJ, atua na subárea de Ensino-aprendizagem, voltada para os estudos sobre a escrita, na alfabetização e no trabalho que se realiza com a linguagem na Educação Básica, em diferentes momentos. No Programa de Pós-graduação em Educação/UFF, integra a linha de pesquisa Linguagem, cultura e processos formativos, coordenando o grupo Linguagem, cultura e práticas educativas/CNPq.

Inez Helena Muniz Garcia é mestre e doutora em Educação pela Universidade Federal Fluminense, tendo realizado estágio no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa. Especialização em Processos de Alfabetização na Vida Adulta pela UnB e em Recursos Humanos pela PUC-Rio, graduada em Letras (Português/Inglês) e em Matemática pela Faculdade de Filosofia de Itaperuna. Pesquisa temas relacionados à educação de jovens e adultos, educação do campo, ensino-aprendizagem e alfabetização. Integra o grupo de pesquisa Leitura, literatura e saúde: inquietações no campo da produção do conhecimento/UFF-RJ.

Maria Cristina Corais é mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e doutora em Educação pela Universidade Federal Fluminense, graduada em Pedagogia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, é professora do Curso de Pedagogia do Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro, atua na área da alfabetização e formação continuada de professores alfabetizadores.

SOBRE AS AUTORAS:

Adriana Santos da Mata é mestre e doutora em Educação pela Universidade Federal Fluminense, pesquisa temas relacionados à educação de crianças pequenas, especialmente linguagens sociais e agrupamentos multi-idade. Foi professora na Rede Pública Municipal de Niterói (RJ), atuando na Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental. Atualmente, é professora e coordenadora do departamento de Educação Infantil do Colégio Universitário Geraldo Reis (COLUNI/UFF), onde desenvolve ações de articulação pedagógica nas dimensões do ensino, da pesquisa, da extensão e da gestão.

Angela Vidal Gonçalves é mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense e graduada em Letras (Português/Inglês) pela Universidade Gama Filho. Professora aposentada do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Colégio Pedro II, tem experiência nas séries iniciais do Ensino Fundamental, atuando, principalmente, nos temas ensino da língua materna e alfabetização. Pesquisadora do Grupo de Estudos, Pesquisa e Práticas de Alfabetização (GEPPALFA - CPII).

Cláudia Cristina dos Santos Andrade é doutora em Educação pela Universidade de São Paulo e mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense, é professora adjunta do Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira (CAp/UERJ), atua no Departamento de Ensino Fundamental e no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Educação Básica. Coordena o Grupo de Estudos em Práticas Educativas, Juventudes e Infâncias (GEPEJI).

Danielle Correa Reis de Toledo Piza é graduada em Letras pelo Centro Universitário da Cidade, Especialização em Alfabetização das crianças das classes populares pela Universidade Federal Fluminense. Professora do Colégio Pedro II, trabalha no ensino de Ciências com os anos iniciais. Atualmente, cursa Pedagogia na Faculdade de Formação de Professores da UERJ.

Érika Menezes de Jesus é mestre em Educação pela UFF. Orientadora Educacional da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec/RJ), trabalha com alunos, pais e professores na Escola Técnica Estadual Helber Vignoli Muniz (Educação Profissional de Nível Médio). Pesquisa sobre formação de leitores, práticas de leitura docente e formação docente.

Flávia Casseres é graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, com especialização em Alfabetização das crianças da classe popular pela Universidade Federal Fluminense. Professora do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Colégio Pedro II, tem experiência nos anos iniciais do Ensino Fundamental, atuando, principalmente, nos temas ensino da língua materna e alfabetização.

Gabriela Medela da Silva é mestre em Letras pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, possui especialização em Educação Básica e graduação em Letras pela mesma universidade. É professora no município de Niterói, nos anos iniciais do Ensino Fundamental e da Educação Infantil, e também formadora do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), na mesma Rede de Ensino.

Hebe Duarte é graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com especialização em Pedagogia Empresarial pela Universidade Cândido Mendes. Professora do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Colégio Pedro II, atua desde 2000 com alunos das séries iniciais do Ensino Fundamental. Dedica-se aos temas alfabetização e formação de professores. Integra o Grupo de Estudos, Pesquisa e Práticas de Alfabetização (GEPPALFA - CPII).

Iara Maravalha Freire é mestranda em Educação pela UFF. Membro da Equipe da Gerência de Ensino Fundamental I da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, atua na formação de professores, na organização e dinamização de projetos na Rede e com acompanhamento e apoio às escolas. Pesquisa sobre práticas de ensino e a produção de textos escritos pelas crianças nos anos iniciais.

Isabela Lemos da Costa Coutinho é doutoranda em Educação na Universidade Federal Fluminense, mestre em Educação e graduada em Pedagogia pela mesma instituição. Foi professora da modalidade Jovens e Adultos na Rede Municipal de Itaboraí e atuou como Assessora Pedagógica da Educação de Jovens e Adultos no mesmo município. Atualmente é professora dos anos iniciais do Ensino Fundamental do Colégio Universitário Geraldo Reis/UFF. Desenvolve pesquisas com ênfase na Educação de Jovens e Adultos e na formação de professores.

Juliana Roifé é graduada em Pedagogia pela UFF, orientadora pedagógica da Unidade Municipal de Educação Infantil Professor Djair Cabral Malheiros, do Município de São Gonçalo/RJ.

Lídia Maria Ferreira de Oliveira é mestre e doutora em Educação pela Universidade Federal Fluminense, professora de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira no Colégio Estadual David Capistrano, Niterói/RJ, atuando no Ensino Médio. Pesquisa as relações discursivas na produção do texto escrito e na produção da leitura, as relações entre oralidade, escrita e os gêneros do discurso, e a variação linguística no ensino de língua materna.

Lidia Soares Satil é graduada em Pedagogia pelo Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro (ISERJ), professora dos anos iniciais do Ensino Fundamental e professora da Educação Infantil na Rede Municipal do Rio de Janeiro.

Marta Lima de Souza é doutora em Educação pela Universidade Federal Fluminense, professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde atua nos cursos de Pedagogia e de Especialização Saberes e Práticas na Educação Básica, com ênfase em Educação de Jovens e Adultos (EJA). Pesquisa sobre ensino e aprendizagem da linguagem escrita para jovens e adultos com foco na alfabetização, formação de professores, prática de ensino e estágio supervisionado na EJA.

Natalia Pinagé Ribeiro é mestranda em Educação na Universidade Federal Fluminense, graduada em Letras e especialista em Língua Portuguesa pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Lecionou na Rede Municipal de Educação do Rio de Janeiro e atualmente é professora dos anos iniciais do Ensino Fundamental no Colégio Pedro II, atuando principalmente na alfabetização e no ensino de língua portuguesa. Integra o Grupo de Estudos, Pesquisa e Práticas de Alfabetização (GEPPALFA - CPII).

Rosimere Pereira Manzani Lagares é mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense, possui Especialização em Gestão e Planejamento Educacional e em Orientação Educacional, ambas pela Universidade Candido Mendes, e graduação em Letras (Português-Inglês) pela Universidade Católica de Petrópolis. Atualmente é professora de Língua Estrangeira (Inglês) e Língua Portuguesa na Rede Municipal de Petrópolis.

Vanêsa Vieira de Medeiros é mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense e professora dos anos iniciais do Ensino Fundamental no Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira (CAp/ UERJ). Estuda a constituição da autoria dos alunos e educação inclusiva.

 
 
Por: R$ 37,80
ISBN: 978-85-7591-577-6
Páginas: 208
Formato: 14 x 21
Altura: 21 cm
Largura: 14 cm
Profundidade: 1 cm
Acabamento: Brochura
Edição:
Idioma: Portugues
Ano: 2019
 
 
Formas de Pagamento