Seja bem-vindo!
Meu Cadastro Meus Pedidos Minha Compra 0 itens
Home Conselhos Editoriais Notícias Lançamentos Fale Conosco
 
As Dimensões da Formação Humana
As Faces da Lingüística Aplicada
Caminhos da Construção
Cenas do Cotidiano Escolar
Coleção Desconstruindo a Violência
Coleção Educação Estatística
Coleção Fazer A_Parecer
Coleção Insubordinação Criativa
Coleção Psicologia em Perspectiva
Coleção TerramaR
Desenvolvimento Humano e Práticas Culturais
Discurso e Ensino
Educação
Educação e Psicologia em Debate
Educacao Em Ciencias
Ensaios em Interculturalidade
Estudos da Linguagem
Gêneros e Formação
História, Ciências Sociais e Economia
Histórias de Leitura
Idéias Sobre Linguagem
Leitura e Bibliotecas Escolares
Leituras no Brasil
Letramento, Educação e Sociedade
Letras em Série
Linguagem, Ensino e Formacao
Lingüística
Lingüística e Psicanálise
Literatura
Memória e História da Educação
Mercado de Letras Fundamental
Mercado de Letras Saúde
Mercado de Letras Temas
Perspectivas e Desafios na Formacao de Professores da Educacao Basica
Série Aurora
Série Bakhtin - Inclassificável
Série Caminhos da Neurolinguística Discursiva
Série Drogas, Política e Cultura
Série Educação Geral, Superior e Formação Continuada do Educador
Série Educação Matemática
Serie Escola e Universidade
Série Espaços da Linguística de Corpus
Série Estudos do Léxico
Série Estudos em Políticas Públicas e Educação
Série Literatura, Leitura e Educação Infantil
Teoria Literária
Toda Crianca Pode Aprender
 
Detalhes da Obra Mercado de Letras •
Estudos de Morfologia - Recortes e Abordagens - Vol. 2

(Organização: Alina Villalva e Edson Rosa Francisco de Souza)

• Alina Villalva
• Edson Rosa Francisco de Souza

DE R$ 72,00   POR R$ 50,40

Esta coletânea apresenta ao leitor um conjunto de 9 textos que tratam da descrição e análise de diferentes fenômenos morfológicos (e morfossintáticos) e de questões lexicais em línguas diversas, a partir de diferentes perspectivas teóricas (Teoria Gerativista, Teoria da Otimalidade, Psicolinguística Experimental, Sócio (Funcionalismo), Teoria Tipológico-Funcional, Linguística Sistêmico-Funcional, Lexicologia, entre outras). Os autores que integram este volume são pesquisadores renomados e especialistas em estudos da linguagem, oriundos de diferentes universidades brasileiras e estrangeiras, cujas publicações regulares têm revelado grandes avanços teóricos e analíticos e peculiaridades linguísticas no campo dos estudos morfológicos (morfossintáticos), lexicais e tipológicos envolvendo diferentes línguas.

SOBRE OS ORGANIZADORES:

Alina Villalva é Professora Auxiliar e Diretora do Departamento de Linguística Geral e Românica da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. É pesquisadora no Centro de Linguística da Universidade de Lisboa, Laboratório de Psicolinguística. É licenciada em Línguas e Literaturas Modernas - Estudos Portugueses e Franceses, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, em 1982, mestre em Linguística Portuguesa Descritiva pela mesma faculdade, em 1986. Finalizou o doutorado, em 1995, pela Universidade de Lisboa, com a tese Estruturas Morfológicas. Unidades e Hierarquias nas Palavras do Português. Suas áreas de interesse são: morfologia e formação de palavras, léxico, processamento morfológico e lexical, variação e mudança morfológica, política linguística. Publicou vários artigos relacionados à morfologia, incluindo capítulos de livros em livros coletivos. É autora do livro Morfologia do Português (Ed. Universidade Aberta de Portugal, 2008), e coautora de obras de referência nos estudos linguísticos, quais sejam: Gramática da Língua Portuguesa (Lisboa: Caminho, 2003) e Fonética, Fonologia e Morfologia do Português (Lisboa: Universidade Aberta, 1990).

Edson Rosa Francisco de Souza possui Licenciatura em Letras pela Universidade Estadual Paulista, câmpus de São José do Rio Preto - UNESP (em 2001) e mestrado em Estudos Linguísticos pela mesma instituição em 2004, sob a orientação da Profa Dra Marize Mattos Dall’Aglio Hattnher. Obteve o título de doutor em Linguística pelo Instituto de Estudos da Linguagem, IEL/UNICAMP, em 2009, sob a orientação da Profa Dra Ingedore Grunfeld Villaça Koch. Cursou ainda o doutorado sanduíche na Universiteit van Amsterdam (Amsterdam, Holanda), na área de Gramática Discursivo-Funcional, sob a orientação do Prof Dr Kees Hengeveld. Foi professor Adjunto da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS, Câmpus de Três Lagoas/MS. Atualmente é professor da Universidade Estadual Paulista - UNESP, câmpus de São José do Rio Preto. Tem experiência em Teoria e Análise Linguística, atuando nos seguintes temas: Gramática Discursivo-Funcional, Gramaticalização, Morfossintaxe, Advérbios, Conjunções e Texto. É autor do livro Gramaticalização dos itens linguísticos assim, já e aí no Português brasileiro: um estudo sob a perspectiva da Gramática Discursivo-Funcional (Lincom-Europa, 2012) e organizador dos volumes Funcionalismo linguístico: novas tendências teóricas (vol. 1) e Funcionalismo linguístico: análise e descrição (vol. 2), publicados pela Editora Contexto em 2012, e Estudos de descrição sociofuncionalista: objetos e abordagens (Lincom-Europa, 2015). Também organizou, em parceria com Eduardo Penhavel e Marcos Rogério Cintra, o livro em homenagem à Profa. Ingedore Koch, intitulado Linguística Textual: interfaces e delimitações (Cortez 2017).


SOBRE OS AUTORES:

Carlos Alexandre Gonçalves é professor da Faculdade de Letras da UFRJ desde 1994, instituição em que se doutorou em 1997 e na qual atua, desde 1998, no Programa de Pós-graduação em Letras Vernáculas. Tem pós-doutorado pela Unicamp (2011), com financiamento do CNPq, sobre a interface morfologia-fonologia. É pesquisador da área de Linguística, com ênfase em morfologia e fonologia do português, atuando, principalmente, nos seguintes temas: fronteiras internas da morfologia, morfologia não-concatenativa, interface morfologia-fonologia e processos de formação de palavras. É autor dos livros Iniciação aos estudos morfológicos: flexão e Derivação em português (Ed. Contexto, 2011), Introdução à Morfologia Não-linear (Ed. Publit, 2009) e Otimalidade em foco: morfologia e fonologia do português (Ed. Publit, 2009) e de diversos capítulos de livros e artigos científicos publicados tanto no Brasil quanto no exterior. É coordenador do Núcleo de Estudos Morfossemânticos do Português/Nemp, ao lado de Maria Lúcia Leitão de Almeida. Atualmente, é Professor Associado III da UFRJ e desenvolve três projetos de pesquisa nessa instituição. Bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq desde 2000 e Cientista do Nosso Estado da Faperj a partir de 2013, vem orientando dissertações de mestrado, teses de doutorado e trabalhos de iniciação científica sobre questões referentes à morfologia e à fonologia do português.

Christian M. I. M. Matthiessen possui mestrado em Linguística pela Universidade da Califórnia em Los Angeles - UCLA (1984), Departamento de Linguística, Estados Unidos, e doutorado em Filosofia/Linguística pela mesma universidade em 1989. Atualmente é professor do Departamento de Inglês (The PolySystemic Research Group), na Faculdade de Ciências Humanas, em Hong Kong, China. No ensino atua nos seguintes áreas: Gramática e discurso, Gramática Funcional para professores de língua inglesa, Análise do texto e do discurso, Análise do texto e tradução, Tipologia funcional de línguas, Linguística Sistêmico-Funcional e História das línguas (evolução). Seus temas de interesse na pesquisa são: Teoria Sistêmico-Funcional, Multilinguismo, Gramática Sistêmico-Funcional do Inglês, Tipologia linguística (Tipologia Sistêmico-Funcional), História das línguas, Linguagem e cérebro. Possui vários livros, capítulos e artigos publicados sobre essas temáticas.

Isabela Moreira Schmaelter possui graduação em Letras - Português/Literaturas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2014). De 2013 a 2014 participou do Núcleo de Estudos Morfossemânticos do Português (Nemp/UFRJ), com pesquisa sobre morfologia da língua portuguesa sob a orientação do Prof. Dr. Carlos Alexandre Gonçalves (UFRJ). Tem experiência em Linguística (Teoria e Análise Linguística), com ênfase em processos de formação de palavras. Atualmente é professora de Língua Portuguesa da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro.

Katia Emmerick Andrade possui mestrado e doutorado em Língua Portuguesa (Letras Vernáculas) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2008 e 2013), e desenvolve pesquisas com foco nos seguintes temas: otimalidade, cruzamentos vocabulares, morfologia não-concatenativa, continuum composição-derivação.

Lilian Moreira Ayres de Souza Mazoni possui licenciatura em Letras pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS (2002), sendo bolsista de iniciação científica do CNPq no projeto Atlas Linguístico de Mato Grosso do Sul. Cursou Complementação Pedagógica (2004) e Especialização em Direito Educacional (2005) pela Universidade Iguaçu - UNIG. Obteve o título de mestre em Letras (2012) pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS na área de descrição de língua indígena. Atua como professora efetiva de língua inglesa na rede estadual de ensino do estado de São Paulo.

Lucimara Alves da C. Costa possui graduação em Letras pela Unesp de Presidente Epitácio, mestrado em Letras e especialização em estudos linguísticos pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS, Três Lagoas (2011) e doutorado em Estudos Linguísticos pela Universidade Estadual Paulista - Unesp, Câmpus de São José do Rio Preto, e pela Universitat Pompeu Fabra - UPF, Barcelona - Espanha. Realizou um estágio de Doutorado Sanduíche em Terminologia, com a professora Maria Teresa Cabré, na Universidade Pompeu Fabra, em Barcelona, Espanha. Tem experiência na área de Teoria e Análise Linguística, com ênfase em Lexicologia, Lexicografia e Terminologia, com vários artigos publicados em revistas especializadas.

Magdiel Medeiros Aragão Neto é docente de Linguística e Língua Portuguesa do Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas da Universidade Federal da Paraíba. Com trabalho sobre Gramática na interface Semântica-Sintaxe, é doutor pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal de Santa Catarina. Com trabalho em Semântica Argumentativa, é mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal da Paraíba (2003). Tem publicações sobre morfologia, semântica, sintaxe e pragmática, e, em parceria com Morgana Cambrussi, é coorganizador dos livros Léxico e Gramática (Ed. CRV, 2011) e Léxico e Gramática: novas intefaces (Ed. CRV, 2014). Atualmente desenvolve pesquisa na interface Semântica-Morfologia no Programa de Pós-Graduação em Linguística (PROLING) da Universidade Federal da Paraíba.

Marcus Maia é doutor em Linguística pela University of Southern California - USC, (1994). Fez pós-doutorado na área de Processamento da Linguagem como pesquisador visitante na City University of New York - CUNY (2003-2004). Atualmente é Professor Associado IV de Linguística do Departamento de Linguística da Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro e coordenador do Programa de Pós-graduação em Linguística da Faculdade de Letras da UFRJ. Foi professor visitante no Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas da University of Massachusetts, Amherst, ministrando o curso Portuguese and Spanish Sentence Processing, no programa de pós-graduação em Espanhol e Português, no primeiro semestre de 2012. Fundou e coordena o Laboratório de Psicolinguística Experimental (LAPEX), grupo de pesquisa da UFRJ, registrado no CNPq, em 2001. Coordenou o Grupo de Trabalho de Psicolinguística da Anpoll no biênio 2006-2008. Organizou a Conferência e a Escola de Altos Estudos Recursion in Brazilian Languages & Beyond, na UFRJ, com apoio da Capes, CNPq e FAPERJ, em agosto de 2013. Atua nas áreas de Psicolinguística, Teoria e Análise Linguística e Línguas Indígenas Brasileiras, desenvolvendo pesquisas e orientando projetos sobre processamento sintático e lexical, teoria da gramática, línguas indígenas brasileiras, distúrbios da linguagem.  Site: http://marcusmaia.lapex.net.br

Morgana Fabiola Cambrussi é doutora em Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina, possui experiência na área de Linguística, com ênfase em Semântica, atuando principalmente com pesquisa em Semântica Lexical. É professora da Universidade Federal da Fronteira Sul, vinculada ao Mestrado em Estudos Linguísticos e ao Curso de Licenciatura em Letras. É coordenadora e pesquisadora do Grupo de Pesquisa Estudos Gramaticais e Lexicais e também pesquisadora vinculada ao Núcleo de Estudos em Semântica Lexical (NES/PPGLg/UFSC). Em parceria com Heronides Moura, publicou a obra Uma breve história da linguística, publicada pela Editora Vozes em 2018.

Paulo Henrique da Silva Pereira de Felipe é graduado em Letras (Português/Inglês) pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul/UFMS (2013) e mestre em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas/Unicamp (2016). Atualmente, é doutorando em Linguística pela Unicamp, sob a orientação do Prof. Dr. Angel H. Corbera Mori e também membro do Centro de Estudos de Línguas e Culturas Ameríndias (Celcam), da Unicamp, e do Grupo de Estudos de Línguas faladas no Brasil: descrição e documentação, do CNPq/UFMS. Tem experiência na área de línguas indígenas, em especial em tipologia e análise linguística.

Roberto Botelho Rondinini é professor adjunto de Língua Portuguesa do Departamento de Letras da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e pesquisador do Grupo Variação e Uso na mesma Instituição. Doutor e mestre em Língua Portuguesa pela Universidade Federal do Rio de Janeiro realiza, atualmente, pesquisas com ênfase em Morfologia e sua interface com a Fonologia.

Silvia Pereira cursou a graduação em Letras Português/Espanhol pela Universidade Federal do Rio de Janeiro/UFRJ (2006), Especialização em Línguas Indígenas Brasileiras pelo Museu Nacional/UFRJ (2009), Especialização em Gramática Gerativa e Estudos de Cognição pelo Museu Nacional/UFRJ (2012) e Mestrado em Linguística pela Universidade Federal do Rio de Janeiro/UFRJ (2012). Atualmente, é doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Linguística na UFRJ, sob a orientação do Prof. Dr. Andrew Nevins, e sua pesquisa é sobre as orações complexas no Maxakali.

 
 
Por: R$ 50,40
ISBN: 978-85-7591-522-6
Páginas: 362
Formato: 14 x 21
Altura: 21
Largura: 14
Comprimento: 2
Acabamento: Brochura
Edição:
Idioma: Portugues
Ano: 2019
 
 
Forma de Pagamento :