Seja bem-vindo!
Meu Cadastro Meus Pedidos Minha Compra 0 itens
Home Conselhos Editoriais Notícias Lançamentos Fale Conosco
 
 << Voltar
Crítica e Teoria Literária
Um Punhal Contra Minas
Cássia dos Santos.
ISBN: 978-65-86089-98-1
Formato: 14 x 21 | Acabamento: Brochura
Páginas: 14 x 21 | Ano: 2022 | Edição: 1
Idioma: Português
Preço: R$ 0,00

 

Sinopse:

 

Versão reduzida e atualizada de tese de Doutorado defendida na Universidade Estadual de Campinas em 2005, Um punhal contra Minas tem como objetivo principal investigar como se deu a elaboração do romance Crônica da casa assassinada do escritor mineiro Lúcio Cardoso [1912-1968]. O processo de redação do livro é reconstituído por meio do exame dos seus originais e de sua edição crítica, publicada em 1991 pela Coleção Arquivos da Unesco. Entrevistas concedidas pelo autor, trechos do seu Diário, a sua correspondência e outras de suas obras ficcionais, parte delas inacabada, contribuem igual-mente para a discussão. O romance é entendido, ainda, como parte de um projeto maior idealizado em torno de uma cidade imaginária: a pequena Vila Velha, situada na Zona da Mata mineira.

 

“Meu movimento de luta, aquilo que busco destruir e incendiar pela visão de uma paisagem apocalíptica e sem remissão, é Minas Gerais. Meu inimigo é Minas Gerais. O punhal que levanto, com a aprovação ou não de quem quer que seja, é contra Minas Gerais. Que me entendam bem: contra a família mineira. Contra a literatura mineira. Contra a concepção de vida mineira. Contra a fábula mineira. Contra o espírito bancário que assola Minas Gerais. Enfim, contra Minas, na sua carne e no seu espírito.” (Lúcio Cardoso,  Jornal do Brasil,  25 de novembro de 1960)

 

“Minas, esse espinho que não consigo arrancar do meu coração – fui menino em Minas, cursei Minas e os seus córregos, vi nascer gente e morrer gente em Minas, na época em que essas coisas contam. O que amo em Minas é a sua força bruta, seu poder de legenda, de terras lavradas pela aventura que, sem me destruir, incessantemente me alimentam. O que amo em Minas são os pedaços que me faltam, e que não podendo ser recuperados, ardem no seu vazio, à espera que eu me faça inteiro – coisa que só a morte fará possível.” (Lúcio Cardoso,  julho de 1962)

 

 

SOBRE A AUTORA

 

Cássia dos Santos é bacharel e licenciada em Letras e doutora em Teoria e História Literária pelo Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Campinas. É autora do livro Polêmica e controvérsia em Lúcio Cardoso, publicado em 2001 pela editora Mercado de Letras em coedição com a Fapesp. Publicou, ainda, vários outros ensaios sobre a obra desse mesmo escritor. É docente da Faculdade de Letras da Pontifícia Universidade Católica de Campinas, onde ministra disciplinas da área de Literatura Portuguesa e de Literatura Brasileira, bem como de Ensino de Língua Portuguesa e de Literatura.

Sobre os Autores:
Cássia dos Santos - Cássia dos Santos é bacharel e licenciada em Letras e doutora em Teoria e História Literária pelo Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Campinas. É autora do livro Polêmica e controvérsia em Lúcio Cardoso, publicado em 2001 pela editora Mercado de Letras em coedição com a Fapesp. Publicou, ainda, vários outros ensaios sobre a obra desse mesmo escritor. É docente da Faculdade de Letras da Pontifícia Universidade Católica de Campinas, onde ministra disciplinas da área de Literatura Portuguesa e de Literatura Brasileira, bem como de Ensino de Língua Portuguesa e de Literatura.

Formas de Pagamento