Seja bem-vindo!
Meu Cadastro Meus Pedidos Minha Compra 0 itens
Home Conselhos Editoriais Notícias Lançamentos Fale Conosco
 
 << Voltar
Educação
A Pesquisa em Literatura e Leitura na Formação Docente - Volume 2
Gilmei Francisco Fleck, Margarida da Silveira Corsi, Weslei Roberto Candido.
ISBN: 978-85-7591-544-8
Formato: 14 x 21 | Acabamento: Brochura
Páginas: 14 x 21 | Ano: 2020 | Edição: 1
Idioma: Português
Preço: R$ 64,00

- Experiências da Pesquisa Acadêmica à Prática Profissional no Ensino (Organização: Gilmei Francisco Fleck, Margarida da Silveira Corsi e Weslei Roberto Candido)

Sinopse:

A Coletânea A pesquisa em literatura e leitura na formação docente: experiências da pesquisa acadêmica à prática profissional no ensino composta por 3 volumes reúne textos de autores de diversas cidades e universidades do Brasil que têm nesta temática uma de suas preocupações mais relevantes. Abordada desde diferentes perspectivas teóricas e práticas, a temática é discutida pelos autores com um duplo olhar: o do pesquisador - que tem nela o seu objeto de estudo - e o do profissional da Educação - preocupado em ressaltar a dimensão que deveria ocupar a literatura e a prática de ensino da leitura nos currículos que levam à formação docente. Desse modo, programas como o Parfor, Letras e o Profletras dialogam, pelos textos reunidos, com a Graduação e a Pós-graduação em Letras de várias universidades para expor seus resultados nesta área de estudos.

Neste II Volume da coletânea seguem-se as discussões sobre a importância da pesquisa em Literatura e Leitura nos diferentes segmentos e níveis educacionais do nosso país. Assim, menciona-se que “reflexões sobre leitura numa perspectiva discursiva também são importantes”, pois “ser sujeito da leitura implica pensar na dupla relação que o professor mantém com o ato de ler: de trabalho e de vida.” Contemplam-se, neste volume, discussões sobre projetos de ensino de leitura com diferentes gêneros textuais, ancorados em teorias diversas que se voltam ao universo da prática leitora da literatura como forma valiosa de condução à criticidade e à descolonização intelectual do sujeito latino-americano. Desse modo, evidencia-se que ser leitor extrapola as práticas convencionais da sala de aula e estende-se à vida social, ao exercício efetivo da cidadania. Leituras que convidam à reflexão e ao compromisso é o que o leitor encontrará nesse conjunto de textos articulados em torno da temática da coletânea.

SOBRE OS ORGANIZADORES:

Gilmei Francisco Fleck possui Pós-doutorado (2015) em Literatura Comparada e Tradução pela Universidade de Vigo, com Bolsa da CAPES. É Doutor e Mestre em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), Campus de Assis. É especialista em Língua Espanhola e Respectivas Literaturas pela Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), Campus de Xanxerê, e em Ensino de Inglês como Língua Estrangeira pela Unoesc, Campus de Chapecó. É graduado em Letras com Habilitação Português/Espanhol e Respectivas Literaturas e em Letras com Habilitação Português/Inglês e Respectivas Literaturas, ambas pela Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), de Frederico Westphalen-RS. Atualmente, é Professor Associado da Unioeste, Campus de Cascavel, atuando na Graduação em Letras, nas áreas de Literatura e Cultura Hispânicas, e na Pós-Graduação em Letras (Mestrado Acadêmico e Doutorado), nas áreas de Literatura Comparada e Tradução. No Mestrado Profissional (Profletras), atua como coordenador do Programa (2018-2020) e como docente na área da Literatura Infantojuvenil. É coordenador do PELCA: Programa de Ensino de Literatura e Cultura-PROEX/Unioeste-Cascavel. É líder do Grupo de Pesquisa “Ressignificações do passado na América: processos de leitura, escrita e tradução de gêneros híbridos de história e ficção - vias para a descolonização”, cadastrado na CAPES. Entre suas publicações se destacam vários artigos em revista nacionais e internacionais e capítulos de livros, sempre tratando do gênero romance histórico, sua trajetória e as possíveis leituras críticas dessa escrita híbrida. Contudo, referenciamos aqui a obra em parceria com Adenilson de Barros de Albuquerque, Canudos: conflitos além da Guerra - entre o multiperspectivismo de Vargas Llosa (1981) e a mediação de Aleilton Fonseca (2009), publicada em 2015 e sua obra O romance histórico contemporâneo de mediação: entre a tradição e o desconstrucionismo - releituras críticas da história pela ficção, publicada em 2017. Ambas as publicações foram realizadas pela editora CRV, de Curitiba.

Margarida da Silveira Corsi é doutora em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho (2007); mestre em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho (2001); graduada em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (1996). É professora Associada da Universidade Estadual de Maringá, com experiência na área de Letras, com ênfase em literatura e outras linguagens, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura comparada, literatura e cinema, ensino de literatura, leitura e letramento literário, interação verbal, línguas estrangeiras modernas. Atua na Pós-Graduação do Profletras, Mestrado profissional em Letras, ministrando a disciplina “Leitura do texto literário”. Participa do grupo de pesquisa “Ressignificações do passado na América: processos de leitura, escrita e tradução de gêneros híbridos de história de história e ficção - vias para a descolonização” e desenvolve o projeto de Pós-doutorado “La dame aux camélias - romance, drama, ópera, filme, cordel: releituras comparadas do perfil de uma cortesã” na Unioeste/Cascavel, sob tutoria do Professor Gilmei Francisco Fleck. São destaques em sua produção: o capítulo “Práticas de leitura e letramento literário em aulas do PROFLETRAS”, do livro Concepção discursiva de linguagem: ensino e formação docente. (Magalhaes, T. et al. (org.) Campinas: Pontes, 2017, pp. 173-192); o livro A narrativa literária francesa como suporte para o letramento do leitor - aprendiz de FLE. Maringá, Eduem, 2015; os artigos em periódicos: “O meu pé de laranja lima: uma abordagem metodológica comparativa de romance e filme”, Pensares em Revista, São Gonçalo-RJ, n. 7, pp. 22-41, jul./ dez. 2015 DOI:10.12957/pr.2015.19304; “Oiá e o búfalo interior de Kiusam de Oliveira: promovendo a leitura e letramento literário”, Revista Ensino Interdisciplinar, v. 3, nº. 09, Setembro/2017 UERN, Mossoró, RN, DOI: 10.21920/recei7201739411425 http://dx.doi.org/10.21920/recei7201739411425; “Proposta de letramento literário para alunos assentados da EJA”, Rev. Educ., Cult. Soc., Sinop/MT/Brasil, v. 8, n. 1, pp. 327-340, jan./jun. 2018.; “Reconstruções de sentido em Le Petit Nicolas: do livro - através do cinema - à sala de aula de FLE”, Revista Trama - ISSN 1981 4674, Vol. 13 - N. 29 - 2017, pp. 4-23; Literatura de cordel e letramento literário: uma sequência básica de leitura para “O Romance do Pavão Misterioso”, Letras & Letras, Uberlândia, vol 32, 4, jul/dez 2016, ISSN 1980-5799, DOI: 10.14393/LL63-v32n4a2016-7, pp. 138-163; “Literatura e memória: uma proposta de letramento literário para o conto popular no Ensino Fundamental”, R. Letras, Curitiba, v. 19, n. 26, pp. 86-105, set. 2017.

Weslei Roberto Candido é Doutor em Literatura e Vida Social pela UNESP-Campus de Assis, docente da Universidade Estadual de Maringá, atuando nas áreas de Teorias da Literatura e Literaturas de Língua Portuguesa, nos níveis de Graduação em Letras e Mestrado e Doutorado do PLE - Programa de Pós-Graduação em Letras da UEM. O docente é autor dos livros José de Alencar, sou americano para o que der e vier- 2016 pela EDUEM, O instinto de americanidade na poesia de Fagundes Varela, 2018 pela CRV Editora. Autor do livro Memórias das palavras - poesias, 2014 pela Multifoco e tradutor do livro La Sangre Florecida, de Susy Delgado, publicado em edição bilíngue pela Arandurã em Asunción - Paraguai. Membro do Grupo de Pesquisa “Ressignificações do passado na América: processos de leitura, escrita e tradução de gêneros híbridos de história e ficção - vias para a descolonização”.

PARTICIPAM DESTA OBRA:

Betania Elisabete Braga
Caroline Peres Martins
Cláudia Valéria Doná Hila
Cristian Javier Lopez
Fabíola Silva de Oliveira Vilas Boas
Gilmei Francisco Fleck (org.)
Hugo Eliecer Dorado Mendez
Lilian Cristina Buzato Ritter
Luciane Braz Perez Mincoff
Márcio Roberto do Prado
Margarida da Silveira Corsi (org.)
Marina Luisa Rohde
Patrícia de Oliveira
Regina Corcini de Melo
Rosângela Rosa Praxedes
Thiana Nunes Cella
Valdeci Batista de Melo Oliveira
Vinicius da Silva Zacarias
Weslei Roberto Candido (org.)

Sobre os Autores:
Gilmei Francisco Fleck - Possui Pós-doutorado (2015) em Literatura Comparada e Tradução pela Universidade de Vigo, com Bolsa da CAPES. É Doutor e Mestre em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), Campus de Assis; especialista em Língua Espanhola e Respectivas Literaturas pela Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), campus de Xanxerê, e em Ensino de Inglês como Língua Estrangeira pela Unoesc, campus de Chapecó; graduado em Letras com Habilitação Português/Espanhol e Respectivas Literaturas e em Letras com Habilitação Português/Inglês e Respectivas Literaturas pela Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), de Frederico Westphalen. Atualmente, é Professor Associado da Unioeste, campus de Cascavel, atuando na Graduação em Letras, nas áreas de Literatura e Cultura Hispânicas, e na Pós-Graduação em Letras (Mestrado Acadêmico e Doutorado), nas áreas de Literatura Comparada e Tradução. No Mestrado Profissional (ProfLetras), atua como coordenador do Programa (2018-2020) e como docente na área da Literatura Infantojuvenil. Foi coordenador do PARFOREspanhol da Unioeste-Cascavel, PR. É coordenador do PELCA: Programa de Ensino de Literatura e Cultura-PROEX/Unioeste-Cascavel. Atuou como coordenador da Segunda Licenciatura em Letras: PARFOREspanhol, da UnioesteCascavel, PR. É líder do Grupo de Pesquisa “Ressignificações do passado na América: processos de leitura, escrita e tradução de gêneros híbridos de história e ficção - vias para a descolonização”, cadastrado na CAPES. Entre suas publicações, destacam-se vários e artigos em revista nacionais e internacionais e capítulos de livros, sempre tratando do gênero romance histórico, sua trajetória e as possíveis leituras críticas dessa escrita híbrida. Contudo, referenciamos aqui a obra em parceria com Adenilson de Barros de Albuquerque, Canudos: conflitos além da Guerra - entre o multiperspectivismo de Vargas Llosa (1981) e a mediação de Aleilton Fonseca (2009), publicada em 2015, e a obra O romance histórico contemporâneo de mediação: entre a tradição e o desconstrucionismo - releituras críticas da história pela ficção, publicada em 2017. Ambas as publicações foram realizadas pela editora CRV, de Curitiba.

Margarida da Silveira Corsi - É doutora em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho (2007); mestre em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho (2001); graduada em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (1996). É professora Associada da Universidade Estadual de Maringá, com experiência na área de Letras, com ênfase em literatura e outras linguagens, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura comparada, literatura e cinema, ensino de literatura, leitura e letramento literário, interação verbal, línguas estrangeiras modernas. Atua na Pós-Graduação do Profletras, Mestrado profissional em Letras, ministrando a disciplina “Leitura do texto literário”. Participa do grupo de pesquisa “Ressignificações do passado na América: processos de leitura, escrita e tradução de gêneros híbridos de história de história e ficção - vias para a descolonização” e desenvolve o projeto de Pós-doutorado “La dame aux camélias - romance, drama, ópera, filme, cordel: releituras comparadas do perfil de uma cortesã” na Unioeste/Cascavel, sob tutoria do Professor Gilmei Francisco Fleck. São destaques em sua produção: o capítulo “Práticas de leitura e letramento literário em aulas do PROFLETRAS”, do livro Concepção discursiva de linguagem: ensino e formação docente. (Magalhaes, T. et al. (org.) Campinas: Pontes, 2017, pp. 173-192); o livro A narrativa literária francesa como suporte para o letramento do leitor - aprendiz de FLE. Maringá, Eduem, 2015; os artigos em periódicos: “O meu pé de laranja lima: uma abordagem metodológica comparativa de romance e filme”, Pensares em Revista, São Gonçalo-RJ, n. 7, pp. 22-41, jul./ dez. 2015 DOI:10.12957/pr.2015.19304; “Oiá e o búfalo interior de Kiusam de Oliveira: promovendo a leitura e letramento literário”, Revista Ensino Interdisciplinar, v. 3, nº. 09, Setembro/2017 UERN, Mossoró, RN, DOI: 10.21920/recei7201739411425 http://dx.doi.org/10.21920/recei7201739411425; “Proposta de letramento literário para alunos assentados da EJA”, Rev. Educ., Cult. Soc., Sinop/MT/Brasil, v. 8, n. 1, pp. 327-340, jan./jun. 2018.; “Reconstruções de sentido em Le Petit Nicolas: do livro - através do cinema - à sala de aula de FLE”, Revista Trama - ISSN 1981 4674, Vol. 13 - N. 29 - 2017, pp. 4-23; Literatura de cordel e letramento literário: uma sequência básica de leitura para “O Romance do Pavão Misterioso”, Letras & Letras, Uberlândia, vol 32, 4, jul/dez 2016, ISSN 1980-5799, DOI: 10.14393/LL63-v32n4a2016-7, pp. 138-163; “Literatura e memória: uma proposta de letramento literário para o conto popular no Ensino Fundamental”, R. Letras, Curitiba, v. 19, n. 26, pp. 86-105, set. 2017.

Weslei Roberto Candido - É Doutor em Literatura e Vida Social pela UNESP-Campus de Assis, docente da Universidade Estadual de Maringá, atuando nas áreas de Teorias da Literatura e Literaturas de Língua Portuguesa, nos níveis de Graduação em Letras e Mestrado e Doutorado do PLE - Programa de Pós-Graduação em Letras da UEM. O docente é autor dos livros José de Alencar, sou americano para o que der e vier- 2016 pela EDUEM, O instinto de americanidade na poesia de Fagundes Varela, 2018 pela CRV Editora. Autor do livro Memórias das palavras - poesias, 2014 pela Multifoco e tradutor do livro La Sangre Florecida, de Susy Delgado, publicado em edição bilíngue pela Arandurã em Asunción - Paraguai. Membro do Grupo de Pesquisa “Ressignificações do passado na América: processos de leitura, escrita e tradução de gêneros híbridos de história e ficção - vias para a descolonização”.

Formas de Pagamento