Seja bem-vindo!
Meu Cadastro Meus Pedidos Minha Compra 0 itens
Home Conselhos Editoriais Notícias Lançamentos Fale Conosco
 
 << Voltar
Educação
Teorizando a Pratica e Praticando a Teoria na Formacao de Professores
Váldina Gonçalves Costa.
ISBN: 978-85-7591-448-9
Formato: 14 x 21 | Acabamento: Brochura
Páginas: 14 x 21 | Ano: 2019 | Edição: 1
Idioma: Portugues
Preço: R$ 53,20

(Organização: Váldina Gonçalves Costa)

Sinopse:

DE R$ 76,00  POR R$ 53,20

[...] os textos tecidos nessa coletânea apontam que a formação e prática docente não ocorrem no vazio, exigem uma episteme na qual fronteiras se entrecruzam e territórios são reterritorializados na dinâmica do poder-saber e do saber-podendo no cuidado com a diplomacia interinstitucional, com os espaços, grupos e pessoas que constituem a realidade pesquisada, imprimir significados e constituir sentidos às suas práticas incorporadas às suas experiências. O conhecimento da prática pedagógica, das experiências adquiridas, da profissão e seus saberes e fazeres, das escolas e suas culturas, estão implicadas em contextos de onde emergem e produzem sentidos resultantes das trocas com docentes mais experientes que atuam como co-formadores nas redes básicas de ensino, em constante diálogo com os estudantes das licenciaturas, desafiados a uma postura reflexiva dinamizada pela prática e pelos saberes da experiência. São consideradas ainda, as experiências nos diferentes níveis de ensino, o tratamento didático-pedagógico e procedimentos que orientam a ação docente e a profissionaliza. Ensinar, para além da transmissão de conteúdos, é problematizar o ensino e o como ensinar; exige uma epistemologia que ancore com clareza as bases dessa formação que as Instituições de Ensino Superior (IES) ofertam.

SOBRE A ORGANIZADORA:

Váldina Gonçalves Costa - Licenciada em Matemática (1989), mestre em Educação pela Universidade de Uberaba (2004) e doutora em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2009). Atualmente é professora do Curso de Licenciatura em Matemática e do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Matemática e desenvolve pesquisa na área de formação de professores, com interesse nas temáticas de formação e trabalho docente, constituição da profissionalidade e identidade profissional, Educação Matemática, ensino de matemática, cinema e ludicidade. Atualmente participa como coordenadora e pesquisadora no Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação e Cultura (GEPEDUC), vinculado ao CNPq e é membro da Rede de Estudos sobre Educação (REED).

SOBRE OS AUTORES:

Ana Lúcia Manrique - Pós-Doutora pela PUC/RJ (2008); Doutorado em Educação: Psicologia da Educação (2003) e Mestrado em Ensino de Matemática (1994), ambos pela PUC-SP e Graduação em Matemática pela Universidade de São Paulo (1987). Pesquisadora Produtividade CNPq. É professora da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, onde atua no Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática. Coordenou projeto aprovado no Observatório da Educação - OBEDUC, Capes, edital 2010, “Desafios para a Educação Inclusiva: pensando a formação de professores sobre os processos de domínio da Matemática nas séries iniciais da educação básica”.  Coordenou subprojeto Ciências Exatas no PIBID da PUC-SP. Pesquisa sobre a Formação de professores, Educação Matemática, Formadores de professores, Saberes e Trabalho Docente, Mapas Conceituais, Afetividade e Educação Matemática Inclusiva.

Ana Paula Gestoso de Souza - Graduação em Pedagogia, mestrado (2008) e doutorado (2012) em Educação pela Universidade Federal de São e pós-doutorado em Tecnologia informática na formação e atuação de professores que ensinam matemática nos anos iniciais do ensino fundamental (UFSCar/São Carlos - 2014). Tem experiência docente nos anos iniciais do Ensino Fundamental (Secretaria Estadual de Educação) e no Ensino Superior (UFSCar). Atua principalmente nos seguintes temas: narrativas em formação de professores, matemática - ensino, tecnologia - ensino, ensino - aprendizagem, identidade e aprendizagem da docência. Atualmente é professora adjunta no Departamento de Teorias e Práticas Pedagógicas na Universidade Federal de São Carlos, atua como docente nos cursos de Pedagogia nas modalidades presenciais e a distância e é do curso de Pedagogia na modalidade a distância.

Angelita de Fátima Souza - Licenciada em Pedagogia: magistério ensino fundamental e educação infantil pela Universidade de Uberaba (2005) e em Letras - Português Espanhol também pela Universidade de Uberaba (2010). Especialista em Docência Universitária. Atualmente é professora titular da Universidade de Uberaba, ministrando disciplinas de Metodologia do Trabalho Científico e Leitura e Produção de Textos Acadêmicos. Mestre em Educação na Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM). Título da dissertação: O Estágio Supervisionado nos cursos de Licenciatura em Pedagogia: práticas, desafios e perspectivas. Participa de projeto de Pesquisa: Perfil Leitor de Universitários e Processos e Mediação da Leitura na Universidade.

Cármen Lúcia Brancaglion Passos - Licenciada em Matemática (PUC-Campinas, 1977), Mestre em Educação (1995) e Doutora em Educação: Educação Matemática (2000) pela Unicamp. Pós-Doutorado na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (2008). É Professora Associada 4 da Universidade Federal de São Carlos. Atuou na Licenciatura em Matemática e Pedagogia de 2002 a 2010 com disciplinas de Estágio Supervisionado e Metodologia de Ensino da Matemática. Desde 2011 atua na Pedagogia (presencial e a distância). Coordena projetos de Extensão. Exerceu a Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFSCar de 2010 a 2015. Investiga e orienta pesquisas de mestrado e doutorado na área de Educação e Educação Matemática, sobre a formação e desenvolvimento profissional de professores, narrativas de formação de professores que ensinam matemática. Coordena o Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Matemática (GEM) na UFSCar e é pesquisadora do grupo PRAPEM/GEPFPM na Unicamp. É bolsista Produtividade em Pesquisa CNPq - nível 1D - CA Educação.

Cássia Valênia Gonçalves Vieira - Licenciada em Matemática pela Faculdade de Tecnologia e Ciências de Salvador-BA, pós-graduada em Docência do Ensino Superior, pela Universidade Vale do Cricaré. Professora da rede pública Estadual de Minas Gerais na área de Matemática para Ensino Médio e Fundamental. No campo de Educação Matemática vem desenvolvendo projetos ligados às narrativas de discentes na disciplina de matemática da educação básica.

Daniel Fernando Bovolenta Ovigli - Licenciado em Ciências Exatas - Habilitação Matemática pela Universidade de São Paulo, licenciado em Ciências Biológicas, especialista em Novas Tecnologias no Ensino da Matemática e em Planejamento, Implementação e Gestão da EaD, ambas pela Universidade Federal Fluminense, mestre em Educação [linha de pesquisa: Ensino de Ciências e Matemática] pela Universidade Federal de São Carlos e doutor em Educação para a Ciência pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Atualmente é professor do Departamento de Educação em Ciências, Matemática e Tecnologias (DECMT), vinculado ao Instituto de Ciências Exatas, Naturais e Educação (ICENE) da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), atuando no curso de graduação em Licenciatura em Educação do Campo - habilitações em Ciências da Natureza e Matemática e no Programa de Pós-Graduação em Educação. Em seu currículo os termos mais ocorrentes na contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural são: educação em ciências, educação matemática, divulgação científica, museus de ciências e formação de professores.

Daniela Franco Carvalho - Licenciada em Ciências Biológicas (1997) com doutorado em Educação (2006). Tudo pela Universidade Estadual de Campinas. Desde 2008 atuo como professora no Instituto de Biologia e no Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Uberlândia. Trabalho uma disciplina sobre Ciências e Mídias, e outra, sobre as Conexões entre a Biologia e a Arte Contemporânea. Pesquiso sobre museus e mídias, tendo como referencial teórico a obra do filósofo russo Mikhail Bakhtin. Participo do Estúdio MMuCCE (Mídias, Museus, Ciências, Culturas e Educação) onde criamos fabulações sobre o contemporâneo.

Denise Cristina Ferreira - Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação na Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM); Especialista em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais; Especialista em Docência Universitária pela Universidade de Uberaba; Licenciada em Matemática pela Universidade Presidente Antônio Carlos e Licenciada em Ciências pela Universidade de Uberaba. Atua na cidade de Uberaba como professora de Matemática na Educação Básica e atuou de 2014 a 2016 como Professora Substituta na Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM, no Instituto de Ciências Exatas, Naturais e Educação (ICENE), no curso de Licenciatura em Matemática.

Denise Filomena Bagne Marquesin - Doutora em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica - SP; professora aposentada da Prefeitura Municipal de Jundiaí e atualmente professora da Faculdade Anhanguera de Jundiaí e coordenadora do curso de Pedagogia da Faculdade Anhanguera de Jundiaí. Autora de artigos em periódicos e participação em diferentes cursos, eventos nacionais e internacionais voltado à Educação Matemática e Educação com foco nos temas formação de professores, estágio na licenciatura, profissionalidade docente e narrativas. Participante dos grupos de pesquisa da Universidade São Francisco - Itatiba, SP - HIFOPEM - Histórias de Formação de Professores que Ensinam Matemática e do GP: Estética, Formação Superior e Infância.

Diego Carlos Pereira - Doutorando em Geografia pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp/Rio Claro/SP), Mestre em Educação e Licenciado em Geografia pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM/Uberaba/MG). Bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Colaborador do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação e Cultura (GEPEDUC/UFTM). Atua no âmbito do ensino de Geografia, formação de professores, história oral e história das disciplinas escolares.

Júlio Henrique da Cunha Neto - Licenciado em Matemática (2013) pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), graduado em Pedagogia (2013) pela Universidade Federal de Uberlândia, mestre em Educação pela UFTM (2016) e, atualmente, doutorando em Educação pela Universidade de Uberaba - Bolsista Capes. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Matemática e desenvolve pesquisa na área de formação de professores, com interesse nas temáticas de formação docente, identidade profissional, Educação Matemática, Ensino de Matemática, teoria histórico-cultural, processo de ensino-aprendizagem da álgebra, ensino médio e cursos de licenciatura. Atualmente participa como pesquisador no Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação e Cultura (GEPEDUC) e estudante no Grupo de Estudos e Pesquisas em Instrução, Desenvolvimento e Educação (GEPIDE), vinculados ao CNPq.

Ketiuce Ferreira Silva - Professora na Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), unidade Poços de Caldas. Doutoranda em Educação pela Universidade Estadual Paulista João Mesquita Filho, câmpus Araraquara. Mestre em Educação pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro, especialista em Design Instrucional para EaD Virtual: Tecnologias, Técnicas e Metodologia; em Informática na Educação e em Tecnologias Digitais Aplicadas à Educação. Graduada em Pedagogia: Docência, Gestão e Tecnologia pela. Possui experiência docente na educação básica e na educação superior (modalidades presencial e a distância). Seus principais interesses de pesquisa contemplam o desenvolvimento profissional docente e os processos de ensino-aprendizagem apoiados pelas tecnologias digitais de informação e comunicação. É pesquisadora dos grupos de pesquisa “Formação de Professores, cultura digital e aprendizagem” da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), e “Desenvolvimento profissional de professores na educação superior: a pesquisa-ação como estratégia formativa’ da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Laurizete Ferragut Passos - Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo - USP; professora aposentada da Unesp e atualmente professora dos Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação-Psicologia da Educação e do Mestrado Profissional Formação de Formadores da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUCSP. Pesquisadora na área de formação inicial e continuada de professores e formação de professores que ensinam Matemática. Autora de capítulos de livros e artigos em periódicos com foco nos temas profissionalidade docente; professores formadores, professores iniciantes e trabalho colaborativo. Coordena o Grupo de Trabalho do Programa Observatório da Educação - MEC/Capes, núcleo da PUCSP.

Lúcia de Fátima Estevinho Guido - Licenciada em Ciências Biológicas pela Organização Educacional Barão de Mauá (1986), mestrado (1997) e doutorado (2005) em Educação pela Universidade Estadual de Campinas. Docente do Instituto de Biologia e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia atuando na formação inicial e continuada de professores de Ciências e Biologia. Pesquisa na área de Educação e Imagens e Biologia e Culturas. É membro da Associação Brasileira de Ensino de Biologia.

Maria do Carmo de Sousa - Licenciada em Matemática pela Uniso (1989), Especialista em Matemática pela Unicamp (1993), Mestre (1999) e Doutora (2004) em Educação, área de concentração Educação Matemática pela Unicamp. Atualmente cursa pós-doutorado na Faculdade de Educação da USP. Exerce o cargo de professor associado no Departamento de Metodologia de Ensino (DME-UFSCar). Líder do Grupo de Pesquisa Formação Compartilhada de professores - Escola e Universidade (GPEFCom). Atua nos cursos de graduação e nos Programas de Pós-Graduação: em Educação (PPGE-UFSCar), na linha de pesquisa “Educação em Ciências e Matemática” e Profissional em Educação (PPGPE-UFSCar). Coordenou o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID-UFSCar) e o Observatório da Educação (OBEDUC-UFSCar).

Marinalva Vieira Barbosa - Professora adjunta do Departamento de Linguística e Língua Portuguesa da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM). Graduada em Letras pela Universidade Federal de Rondônia, Mestre (2004) e Doutora (2008) em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas - este com Estágio no Laboratório ICAR (Interactions, Corpus, Apprentissages, Représentations), ligado à Université Lyon 2 e a Ecole Normale Superieure de Sciences Humaines et Lettres de Lyon - L’ENS LSH. Pós-doutorado pela Faculdade de Educação da Unicamp. É organizadora de livros sobre leitura, escrita e ensino de língua portuguesa e autora do livro O discurso emotivo nas interações em sala de aula. É docente do Programa de Mestrado em Educação e Programa de Mestrado Profissional em Letras da UFTM.

Martha Maria Prata-Linhares - Doutora em Educação pela PUC/SP. Professora da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, UFTM atuando em cursos de Licenciatura e da pós-graduação. Foi professora na Educação Básica durante mais de 15 anos. Seus principais interesses de pesquisa incluem a formação de professores e o desenvolvimento profissional docente na interface com a cultura digital, currículo e artes. É líder do grupo de pesquisa Formação de Professores, cultura digital e aprendizagem - UFTM.

Patrícia Ferreira dos Santos - Mestre em Educação pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) e Licenciada em Matemática (2014) pela UFTM. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Matemática e desenvolve pesquisa na área de formação de professores, com interesse nas temáticas de Educação de Jovens e Adultos, formação docente, identidade profissional e Educação Matemática. Atualmente participa como pesquisadora no Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação e Cultura (GEPEDUC) e é professora das redes pública e particular de ensino em Uberaba, MG.

Renato Fundão Vieira - Licenciado em Matemática pela Universidade Federal do Espírito Santo, especialista em Orientação Acadêmica EAD pela Universidade Federal de Mato Grosso, mestre e doutor na linha Educação e Linguagens Matemática pela Universidade Federal do Espírito Santo. Professor Adjunto da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, atuando na Formação de Professores em disciplinas na área de Educação Matemática e Coordenador de Gestão de Projetos Educacionais no PIBID/CAPES/UFTM. No campo de Educação Matemática vem desenvolvendo projetos ligados às narrativas na formação de professores de matemática.

Rodrigo Drumond Vieira - Professor adjunto da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense. Graduado em física (2004), mestre (2007), doutor (2011) e pós-doutor (2012) em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais, com período “sanduíche” na The Pennsylvania State University (USA) (2009-2010) onde teve a oportunidade de desenvolver com o professor Greg Kelly um método multinível para analisar o discurso de salas de aula, articulando as perspectivas psicológicas, culturais e linguístico estruturais desses espaços de ensino e aprendizado. Interessa-se pelo ensino e aprendizado tanto na formação de professores quanto na educação básica, trabalhando desde a sua formação junto aos grupos das professoras Silvania Nascimento e Danusa Munford. Atualmente seus interesses de pesquisa principais são: análise do discurso, perfil epistemológico, natureza da ciência, orientações discursivas, identidades de professores e estudantes, articulação de pesquisas quali-quanti, teoria da atividade e júris simulados.

Rosa Maria Moraes Anunciato de Oliveira - Professora associada, nível 03 da UFSCar. Possui mestrado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (1995) e doutorado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (2001). Realizou pós-doutorado na Universidade do Minho com apoio da FAPESP. Coordena o grupo de pesquisa Estudos sobre a Docência: teorias e práticas. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Formação de Professores, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, concepções sobre a docência, anos iniciais do ensino fundamental, narrativas e aprendizagem profissional da docência. Desde julho de 2015 é coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFSCar, São Carlos, SP.

Sara Miranda de Lacerda - Doutora e Mestre em Educação Matemática pela PUC-SP (2011). Professora Licenciada em Matemática pela UNITAU (1991). Pós-graduada em Educação Ambiental pela Universidade de Strathclyde (1993) e em Docência para o Ensino Superior pela Uninove (2009). Professora de Matemática, Metodologia do Ensino de Matemática e Alfabetização Matemática. Atua na área de Educação, com ênfase em Educação Matemática, Formação de Professores, Ensino Fundamental e Ensino de Matemática.

Silvania Sousa do Nascimento - Graduada em Física pelo Departamento de Física da Universidade Federal de Minas Gerais, mestre em Ensino de Ciências (Modalidade Física e Química) pela Universidade de São Paulo-USP, doutora em Didática das Disciplinas de Ciências e Tecnologias pela Universidade de Paris VI, Pós Doutora em Educação pela UNICAMP e professora titular do Departamento de Métodos e Técnicas de Ensino da Faculdade de Educação da UFMG. Atualmente é Diretora de Divulgação Científica da PROEX-UFMG e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da UFMG. Pesquisadora 1-D do CNPq na área de Educação.

Sobre os Autores:
Váldina Gonçalves Costa - Licenciada em Matemática (1989), mestre em Educação pela Universidade de Uberaba (2004) e doutora em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2009). Atualmente é professora do Curso de Licenciatura em Matemática e do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Matemática e desenvolve pesquisa na área de formação de professores, com interesse nas temáticas de formação e trabalho docente, constituição da profissionalidade e identidade profissional, Educação Matemática, ensino de matemática, cinema e ludicidade. Atualmente participa como coordenadora e pesquisadora no Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação e Cultura (GEPEDUC), vinculado ao CNPq e é membro da Rede de Estudos sobre Educação (REED).

Formas de Pagamento