Seja bem-vindo!
Meu Cadastro Meus Pedidos Minha Compra 0 itens
Home Conselhos Editoriais Notícias Lançamentos Fale Conosco
 
As Dimensões da Formação Humana
As Faces da Lingüística Aplicada
Caminhos da Construção
Cenas do Cotidiano Escolar
Coleção Desconstruindo a Violência
Coleção Educação Estatística
Coleção Fazer A_Parecer
Coleção Insubordinação Criativa
Coleção Psicologia em Perspectiva
Coleção TerramaR
Desenvolvimento Humano e Práticas Culturais
Discurso e Ensino
Educação
Educação e Psicologia em Debate
Ensaios em Interculturalidade
Estudos da Linguagem
Gêneros e Formação
História, Ciências Sociais e Economia
Histórias de Leitura
Idéias Sobre Linguagem
Leitura e Bibliotecas Escolares
Leituras no Brasil
Letramento, Educação e Sociedade
Letras em Série
Lingüística
Lingüística e Psicanálise
Literatura
Memória e História da Educação
Mercado de Letras Fundamental
Mercado de Letras Saúde
Mercado de Letras Temas
Perspectivas e Desafios na Formacao de Professores da Educacao Basica
Série Aurora
Série Bakhtin - Inclassificável
Série Caminhos da Neurolinguística Discursiva
Série Drogas, Política e Cultura
Série Educação Geral, Superior e Formação Continuada do Educador
Série Educação Matemática
Série Espaços da Linguística de Corpus
Série Estudos do Léxico
Série Estudos em Políticas Públicas e Educação
Série Literatura, Leitura e Educação Infantil
Teoria Literária
Toda Crianca Pode Aprender
 
Detalhes da Obra Mercado de Letras •
O Garoto Selvagem e o Dr Jean Itard - Historias e Dialogos Contemporaneos

(Organização: Débora Dainez, Izabel Galvão e Luci Banks-Leite)

• Debora Dainez
• Izabel Galvao
• Luci Banks Leite

DE R$ 69,00 POR R$ 48,30

Um menino aparentando ter doze anos, com hábitos selvagens e sem o uso da palavra, encontrado em um bosque no sul da França, no alvorecer do século XIX, logo despertou o interesse de filósofos, cientistas e cidadãos comuns. Enviado para o Instituto Nacional de Surdos-Mudos, em Paris, e examinado pelo ilustre Professor Pinel que emitiu um prognóstico desfavorável, mereceu a atenção de um jovem médico - Jean Itard. Contrariando as ideias do eminente mestre, Itard acreditou na possibilidade de educar o garoto e dedicou-se, durante anos, à tarefa de torná-lo apto ao convívio social.

Essa rica experiência pedagógica, redigida por Itard em dois relatórios traduzidos no Brasil, pela primeira vez, em 2000, voltam a ser publicados em decorrência do grande interesse despertado, desde então. A leitura destes preciosos documentos revela um professor (pre)ocupado em tratar de seu aluno que, ancorado em conhecimentos da época, esforça-se em criar meios para alcançar os objetivos almejados, principalmente, o de ensinar o jovem a falar. Esse empreendimento não cessa de nos provocar e constitui uma fonte de inspiração para pesquisas sobre questões essenciais da educação de nosso tempo, como bem apontam os ensaios de autores - psicólogos, psicanalistas, linguistas e pedagogos do Brasil e do exterior - publicados na primeira parte desta edição.

SOBRE AS ORGANIZADORAS:

Débora Dainez - Graduação em Fonoaudiologia (2006) na Unimep. Mestrado em Educação no Núcleo Práticas Educativas e Processos Interacionais do PPGE/Unimep (2008), com apoio CNPq. Doutorado na área Psicologia Educacional, FE-Unicamp (2014), com apoio Fapesp. Entre os anos de 2014 e 2016 realizou uma pesquisa de pós-doutorado no Grupo de Pesquisa Pensamento e Linguagem da FE-Unicamp, com apoio Fapesp. Trabalha na área da Educação, com interesse na questão do desenvolvimento humano. Tem participado na realização de projetos de investigação relacionado aos seguintes temas: linguagem, formação da personalidade, relações de ensino, práticas escolares, deficiências, educação especial, educação inclusiva, perspectiva histórico-cultural. E-mail: ddainez@yahoo.com.br

Izabel Galvão - Graduação em Pedagogia na USP, com Mestrado (1993) e Doutorado (1998) em Educação na USP. Trabalhou como professora doutora na FEUSP, atuando nas áreas de educação infantil e psicologia, realizando pesquisas sobre cotidiano escolar, conflitos e emoções, interações sociais e clima escolar. Atualmente é Mestre de Conferência no Instituto Tecnológico da Universidade de Paris 13/ Norte (campus Bobigny) e pesquisadora no Centro Interuniversitário EXPERICE.
E-mail: isabel.galvao@univ-paris13.fr

Luci Banks-Leite - Graduação em Pedagogia (USP) e em Psicologia (Universidade de Genebra-Unige), Mestrado em Psicologia Genética (Unige), Doutorado em Linguística (1996) no IEL-Unicamp e título de Livre-docente em Educação (2011) na FE/UNICAMP. Realizou estágios de pós-doutorado em Linguística na Universidade de Paris 5/Descartes (2001), em Psicologia na Universidade de Paris 13/Norte (2004). Atualmente é Professora colaboradora da FE-Unicamp onde integra o GPPL - Grupo de Pesquisa Pensamento e Linguagem; suas pesquisas abordam temas como desenvolvimento humano, linguagem-discurso e argumentação e conhecimento na escola. Foi editora da revista Pro-Posições (2009-2012). E-mail: lbanks@uol.com.br

SOBRE OS AUTORES:

Ana Luiza Bustamante Smolka - Graduação em Filosofia pela PUC-RJ (1972), Mestrado em Educação na Universidade do Arizona/USA (1978), Doutorado em Educação na FE-Unicamp. Pós-Doutorado em Psicologia da Educação na Universidade de Clark, Mass, USA (Capes, 1990). Livre-Docente pela FE-Unicamp (2012), integra o GPPL - Grupo de Pesquisa Pensamento e Linguagem dessa unidade; realiza pesquisas na perspectiva histórico-cultural sobre desenvolvimento humano, relações de ensino, práticas escolares, práticas discursivas, emoção, memória, imaginação. E-mail: asmolka@unicamp.br

Anne Goliot-Lété - Doutora pela Universidade de Paris X (Nanterrre) em Estudos Cinematográficos. Atualmente é Mestre de Conferências na Universidade de Paris 7/ Diderot (Unidade de Formação e Pesquisa Letras, Artes e Cinema). Suas pesquisas e ensino se situam no cruzamento da estética e dos estudos narrativos, e abordam, em particular, o relato, os espaços, lugares e arquiteturas fílmicas, assim como a análise de filmes. Dirigiu um volume coletivo – Le film architecte (L’Harmattan) - e publicou com Francis Vanoye o Précis d’analyse filmique (Ensaio sobre a análise fílmica, Papirus Editora); é também coautora do Dictionnaire de l’image (Vuibert). E-mail: anne.lete@wanadoo.fr

Carlos R. Luis - Graduação em Letras na Faculdade de Filosofia e Letras da Universidade de Buenos Aires (UBA), realizou estudos nas Universidades de Hamburgo e Friburgo, ambas na Alemanha, bem como no IEL-Unicamp. Foi professor de Gramática Castelhana e Língua e Cultura gregas e pesquisador no Instituto de Linguística na área de História das Ideias Linguísticas da UBA, até sua aposentadoria em 2007. Atualmente, é professor contratado no Programa de Mestrado em Análise do Discurso nessa mesma Universidade. Suas publicações principais se inserem na História da Gramática e da Linguística, com ênfase nas ideias linguística do Iluminismo. E-mail: carlosluis1939@gmail.com

Heloysa Dantas - Graduação em Pedagogia na USP com Doutorado em Educação pela mesma instituição, atuou como professora da FEUSP até 1996. Ficou conhecida no Brasil pela divulgação da obra do psicólogo francês Henri Wallon, tendo um importante livro em coautoria com Yves de la Taille e Marta Khol: Piaget, Vygotski e Wallon: teorias psicogenéticas em discussão. Compromissada com a questão do letramento infantil, desenvolveu ações junto a escolas públicas, especialmente mediante o projeto “Letras e livros” criado por ela na Escola de Aplicação da FEUSP, e implantado, em seguida, na rede municipal de educação do Embu das Artes. E-mail: hydantas@bol.com.br

Leandro de Lajonquière - Graduação em Psicologia e em Ciências da Educação na Argentina, com doutorado em Educação na FE/Unicamp (1992). Obteve os títulos de Livre-Docente em Filosofia e Ciências da Educação (1999) na Universidade de São Paulo e de Habilitation à Diriger de Recherches en Psychologie (2011), na Universidade de Paris 8 - Vincennes Saint-Denis. Após ter se dedicado exclusivamente ao ensino e à pesquisa por vinte cinco anos na FEUSP onde tornou-se docente titular e, ter fundado, com Cristina Kupfer, o LEPSI - Laboratório de Estudos e Pesquisas Psicanalíticas e Educacionais sobre a Infância (1998), instalou-se em Paris. Foi docente na Universidade de Caen Basse-Normandie e, atualmente, integra a Universidade de Paris 8 como Professor Titular onde além de lecionar, orienta teses de doutorado sob o regime de cotutela internacional. Psicanalista, membro da associação Analyse Freudienne (Paris). Autor de numerosas publicações sobre os estudos psicanalíticos na educação. E-mail: ldelajon@usp.br

Sophie Lerner-Seï - Mestre de Conferências em Ciências da Educação na Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Paris 5 / Descartes e membro do Laboratório de pesquisa Educação, Discurso e Aprendizagens (EDA). Responsável do Mestrado Engenharia da ajuda especializada à pessoa, seu ensino tem como tema a escolarização de alunos em situação de deficiência e os adolescentes em dificuldade. Com formação musical, seus interesses se dirigem à dimensão do corpo e da voz nas práticas de ensino e à construção da identidade profissional dos professores de música em uma perspectiva clínica de orientação psicanalítica. Analisa esses fenômenos com base em entrevistas clínicas e em sua experiência de animação de grupo de análise da prática, como se nota em sua última publicação na obra Les identités des professeurs de musique (Delatour, 2017).
E-mail: sophie.lerner@wanadoo.fr

 
 
Por: R$ 48,30
ISBN: 978-85-7591-502-8
Páginas: 282
Formato: 12 x 22
Altura: 22
Largura: 12
Comprimento: 1
Acabamento: Brochura
Edição:
Idioma: Portugues
Ano: 2018
 
 
Forma de Pagamento :